Amanhã: Lisabi na 4a Noite Fora do Eixo

Amanhã, Marília terá a sua 4a Noite Fora do Eixo!

Sexta-feira em Marília. Vamos ou prefere assistir ao Programa do Ratinho?

Sobre a banda Lisabi:

Banda de rock experimental direto de Campinas/SP. Integram a banda: Seb e Mateo Piracés, André Cardoso, Matheus Fattori, Gabriel Slenes, Anderson Kaltner e Giva Loner.

Anúncios

Nesta Sexta dia 1o: 4a Noite Fora do Eixo

 

Nesta sexta-feira tem a 4ª edição da Noite Fora do Eixo Marília!

com as bandas
Lisabi (Campinas/SP)
Caboutchan (Marília/SP)

e ainda: grupo de TEATRO Fruta Cósmica (Bauru/SP).

dia 1º de julho (sexta-feira) a partir das 22 horas no espaço cultural Cão Pererê (Av. da Saudade, 99)

Entrada: R$ 10,00 ou lista amiga por aqui.

E marque presença no facebook também: http://www.facebook.com/event.php?eid=226663230687608

 

 

 

Como foi: Cola Aqui! stick here! #02

por Gabriel Coiso

Quando cheguei no Cão Pererê, por volta das 17h32m do último sábado (18 de junho), percebi que ainda não havia entendido a proposta praquela noite: uma festa com exposição? Uma exposição dentro de uma festa? Pensando com estes termos cotidianos do rolê, como festa e exposição, não tive noção da dimensão que esta Cola Aqui #02 poderia ter e ser.
Quando a Paula me apresentou a casa que estava sendo montada dentro do Cão Pererê, comecei a entender toda a grandiosidade do projeto. Mais do que montar uma casa, a Cola Aqui #02 nos convidava a pensar o que é a casa, o que é uma casa em ordem: a mesa da sala estava no teto, o banheiro no meio da escada, o quarto era repleto de projeções e a garagem uma mistura de loja com espaço para descanso e escritório (ufa!).

Aliás, para que a garagem fosse usada como espaço para cobertura do evento e banquinha Fora do Eixo, foi necessário que o carro fosse para frente da casa, ganhando cores, letras e a atenção de todos que passavam pela rua. O Fuscão, estacionado à frente do Cão Pererê, servia como indicativo de que algo fora da ordem acontecia lá dentro.

A disposição dos móveis, repletos de adesivos/stickers e pôsteres, enviados por artistas do Brasil inteiro e de mais oito países, colados por todos os cantos (da caixa de leite ao armário do quarto, passando pela televisão e os discos de vinil), fez-me, por fim, entender o que foi construído naquele espaço pelos organizadores do role (Associação Café Espacial e o coletivo Caipira Bruto): uma série de elementos cotidianos – nem em ordem, nem fora de ordem, apenas reordenados – aptos e dignos de receberem tantas interpretações quanto olhares que a eles eram direcionados.

Da minha experiência em exposições centradas em stickers, lambes, grafites e artes urbanas em geral, desde que conheci a Choque Cultural em 2004, e passei a freqüentar tais ocasiões, não tenho dúvidas de que a Cola Aqui #2 foi a mais surpreendente das experiências.

[HOJE] Cola Aqui #2 !

Hoje, expo-intervenção internacional de arte urbana, Cola Aqui! #2 stick here!,  em Marília/SP.

O espaço Cão Pererê (Av. da Saudade 99) será transformado em vários ambientes. Você se sentirá em casa. Literalmente.

Vamos?

Realização: Associação Café Espacial
Curadoria: Paula Mello
Co-realização: Compacto.Arte #01 do Caipira Bruto Coletivo, Fora do Eixo
Apoio Cultural: Nakedz Crew, Ser Urbano

Como foi: 3a Noite Fora do Eixo Marília

3ª Noite Fora do Eixo: mais quente impossível

por Guilherme Blanka

Sexta-feira, 10 de junho. Um frio cortante em Marília e eu lá, quente do corre-corre delicioso que precede sempre as Noites Fora do Eixo. Quente era também a vontade do público para ver as bandas elencadas na noite. Dessa vez o Espaço do Cão Pererê recebeu Baratas Grandes (Assis-Marilia/SP), The Monkberry (Londrina/PR), Vitrola Vil (Marília/SP) e Camarones Orquestra Guitarrística (Natal/RN). Todas secas para mandar a sempre boa distorção para acalentar ainda mais os ouvidos do povo.

O Baratas Grandes, que desta vez se apresentaram como um power duo, começaram já de supetão a fazer os falantes dos cubos baterem, fritarem; músicas rápidas, dinâmicas, instantes na voz de Lucas Melo, outros na voz de Thiago Melo. Dupla de irmãos no sangue e nas batidas, gingadas, quebras rítmicas, gritos. Coisa linda!

Baratas Grande (Assis-Marília/SP), foto por Paula Mello

E a noite apenas começava. O Baratas foi a entrada perfeita para deixar o público eufórico aguardando as demais bandas. Logo depois, os brothers do Monkberryapareceram e fizeram como o prometido: mandaram um rock n’ roll com cara nova, mas que não deixava suas raízes guardadas. Com letras em inglês e um ritmo bem marcado, demonstraram que a deliciosa Londrina produz bandas boas em diversas vertentes sonoras, seja hillbilly, psycobilly, rock ‘n roll, sixties e tudo mais!

The Monkberry (Londrina/PR), foto por Gabriel Coiso

Já era o meio do evento. O miolo, aquele pedaço que já começa a deixar um gosto de quero mais. É aí que o Vitrola Vil sobe ao palco mandando seu som sem compromisso e sem firulas. O mais interessante é que a apresentação marcou a retomada da frente da banda pelo guitarrista Paulo Mopho, que ficou em stand by por um tempo. Não preciso dizer que foi quebradeira até a tampa, né. Enquanto Franja, Guilherme e Lucas levavam a melodia, Paulão esfregava a guitarra nos amps, chão, corpo e até no teto! É disso que o povo gosta! (eu estava vibrante ao fundo!)

Vitrola Vil (Marília/SP), foto por Paula Mello

Para finalizar a parte sonora, sobe ao palco o Camarones Orquestra Guitarrística, para fechar qualquer boca que dissesse que a noite não foi boa. O som da banda é de pirar. Energia ramoníaca, swingadas surf, efeitos eletrônicos. Som autoral de qualidade com a energia que uma Noite Fora do Eixo precisa para terminar.

Camarones Orquestra Guitarrística (Natal/RN), foto por Paula Mello

Não posso terminar sem citar as outras áreas do evento. Reinaugurando o porão do Cão Pererê, armamos a região de negócios e entrevistas. Um lounge diferenciado que serviu de palco para o lançamento da Revista Café Espacial nº9. O mais lindo de tudo é a interação: além de quadrinhos, cinema, fotografia e literatura, essa edição conta com uma entrevista com a banda Camarones Orquestra Guitarrística.

Ainda no benquisto porão, tivemos a banquinha Fora do Eixo, que foi destrutiva com o Duparah e Sergio Chaves comandando. O Rodrigo mandando ver na discotecagem no porão usando como material bandas alternativas do circuito FdE. A Thais Polidoro, Thais Lopes e Lidia Bardaonil e outras gurias armando a maior loja de roupas com stencils e roupas de brechó, parceria massa que vai dar muito que falar! Na cobertura, Paula Mello e Gabriel Coisofazendo os obturadores das câmeras fritarem. Na portaria guardando o front do evento, Libu recepcionando nossos ilustres convidados anônimos.

"Banquinha?" "Lojinha?", foto por Gabriel Coiso

Além dos membros caipiras, tivemos a participação de Marcos Vallini na cobertura colaborativa, demonstrando que o espaço do evento é para a participação de todos os interessados em arte.

Dito e feito. A noite terminou com todo mundo já querendo saber quando é a próxima.  Marília entra no circuito, deixando todo mundo doido e Fora do Eixo! E eu indo dormir as 8 da matina cansado, mas realizado! Maravilha!

[HOJE] 3ª Noite Fora do Eixo apresenta: Camarones

Camarones Orquestra Guitarrística é uma das bandas presentes na 3ª Noite Fora do Eixo Marília. A banda está presente também nas páginas da Revista Café Espacial nº09, outro destaque da noite de hoje.

HOJE, no espaço cultural Cão Pererê (Av. da Saudade 99, Marília/SP) a partir das 22 horas. Quatro bandas e muito mais nesta noite totalmente fora do eixo em Marília. Vamos?

uma das páginas da revista Café Espacial 09 que entrevista a banda Camarones Orquestra Guitarrística

Sobre a banda:

A banda potiguar Camarones Orquestra Guitarrística surgiu no final de 2007 e desde o início optou por fazer rock instrumental, mas sempre ligado a outros estilos que se complementam dando ao som da banda singularidade, desde ska, punk e reggae, a temas de desenhos e filmes, sempre com o objetivo de fazer música instrumental divertida e dançante.

A banda já tem dois EPs (Corra Cabron, Corra! e Tudojunto), um álbum homônimo lançado em 2010 e no segundo semestre deste ano promete seu segundo, intitulado Espionagem industrial.

A banda formada por Ana Morena (baixo), Anderson Foca (teclado e efeitos), Xandi Rocha (bateria), Karina Monteiro (guitarra) e Leo Martinez (guitarra) já tocou em muitos festivais independentes Brasil afora. E no início deste ano esteve na Argentina (todo o documentário da tour está disponível em vídeos no site http://www.camarones.com.br), e em 2011 promete outros mais.

Na 3ª Noite Fora do Eixo: Vitrola Vil

A Vitrola Vil é uma das bandas presentes na 3ª Noite Fora do Eixo Marília.

Sobre a banda:

Power-trio de rock n roll com influências fincadas no pré-punk, garage-rock, grunge e rock n’ roll dos anos 60.

Começou em 2008 como um quarteto de nome Verafisher. Em 2009, com um integrante a menos, a banda muda seu nome para VITROLA VIL e se estabelece com a formação atual: Lucas Aguiar na guitarra e vocal, Guilherme Pina no baixo e backing vocal e Ricardo Franja na bateria.

Em outubro do mesmo ano a banda grava um EP homônimo e se apresentou pelo velho-oeste paulista para divulgar a bolachinha produzida e gravada no Eco Estúdio, em Marília-SP. Com uma presença de palco marcante, tente imaginar um Nirvana ensandecido tocando canções dos Rolling Stones, ou um frenético Iggy Pop & Stooges tocando clássicos do The Who.

Vai perder? Garante o antecipado e vai de Lista Amiga!

http://vitrolavil.tnb.art.br/

Na 3ª Noite Fora do Eixo: The MonkBerry

The Monkberry é uma das bandas presentes na 3ª Noite Fora do Eixo Marília.

Sobre a banda:

A banda londrinense THE MONKBERRY surgiu em 2008, quando Christian Franco e Leonardo Formigoni, tiveram a idéia de juntos, gravarem algumas composições próprias. Mas foi em 2010 que a banda começou a circular na cidade e região.

A banda THE MONKBERRY vem carregada de boas baladas Folk-rock, melodias e arranjos delicadamente equilibrados com pegajosas intervenções dos teclados. Letras que falam sobre lembranças, saudades, coisas da vida e do cotidiano. A banda traz Influências que parecem vir de todos os cantos possíveis, e tudo à base de psicodelia sessentista e setentista, com boas doses do rock alternativo dos anos 90 e contemporâneos. O grupo lançou seu 1° EP em outubro de 2010, gravado de forma independente e faz parte do Coletivo Alona (Londrina-PR) filiado ao Circuito Fora do Eixo.

Integrantes: Leonardo Formigoni (Voz, Teclados, Guitarra) Christian Franco (Voz, Violão, Guitarra, Teclados) Marco Aurélio Chiara (Guitarra, Voz) Gean Donato (Bateria) Alessandro Franco (Baixo)

http://themonkberry.tnb.art.br/